Hotel Perivolas: Provavelmente, a melhor piscina do mundo

Grécia – ilha de Santorini – Hotel Perivolas.

Este espetacular alojamento encontra-se no topo de um penhasco e tem uma piscina de horizonte infinito – pode muito bem ser considerada a melhor do mundo –, desde a qual se pode desfrutar de vistas impressionantes sobre o Mar Egeu.

Este complexo de luxo foi construído nos anos 1970 por Manos Psychas, um antigo capitão da marinha grega que comprou um terreno que tinha dezenas de grutas com mais de 300 anos e transformou-as em 17 exclusivas suites.

Outra das particularidades do Hotel Perivolas é que não dispõe de qualquer tipo de equipamento tecnológico. Não há televisões, rádios ou conexão à internet. “É um local para desconectar, relaxar, dormir e sonhar”, lê-se no site do alojamento.

 

Uma mansão “eco-lux” no deserto de Las Vegas

Um espaço de autêntico luxo e design ao mais puro estilo “Living Las Vegas”. A mansão, que está localizada no deserto de Mojave, no Nevada (Califórnia), e aproveita a luz do sol e o vento para obter energia, está à venda por 12,5 milhões de dólares (11,4 milhões de euros).

Esta espetacular vivenda dispõe de todo o tipo de comodidades e luxos. Tem três pisos, cinco quartos e nove casas de banho e dispõe de um design moderno com linhas assimétricas. Está ainda equipada com sala de cinema, bowling, adega com 1.400 garrafas, spa, piscina, terraço e solário.

China rejeita receios do Japão e garante que vai continuar a construir ilhas artificiais

A China rejeitou os receios do Japão sobre a construção de ilhas artificiais por Pequim nos mares asiáticos e anunciou que continuará a levar a cabo estas atividades, considerando-as “normais”, até porque estão “dentro da sua soberania”.

O porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China, Lu Kang, reagiu, em comunicado, ao Livro Branco de Defesa japonesa, aprovado na terça-feira, e que demonstra a crescente preocupação de Tóquio em relação à construção de ilhas artificiais por Pequim no Mar da China Oriental e do Mar do Sul da China.

“Instamos solenemente o Japão a deixar de causar tensões e provocar conflitos e a contribuir mais para a paz e estabilidade regional”, disse Lu Kang, citado pela Lusa. O responsável alertou que as afirmações de Tóquio “prejudicam a confiança mútua política e de segurança entre a China e o Japão”.

Segundo o porta-voz, a construção de ilhas artificiais em recifes, assim como as explorações de gás e petróleo nas águas disputadas, são “justificadas, razoáveis e legítimas”.

As autoridades chinesas anunciaram terça-feira (dia 21), horas depois da aprovação do documento japonês, que vão realizar novas construções nas ilhas Spratly (Nasha em chinês), cuja soberania é reclamada por vários países.

fonte: http://www.idealista.pt

Há ilhas gregas em saldos. Warren Buffett e Johnny Depp já investiram…

A crise tem destas coisas. A Grécia está a viver uma fase conturbada a nível político e financeiro, o que faz com que possam surgir no mercado imobiliário excelentes oportunidades de negócio. A venda de ilhas é um deles. E são muitos os famosos interessados em comprar um pedaço de terra no mar a preço de saldo. Entre eles estão Warren Buffett e Johnny Depp.

Segundo o Correio da Manhã, o investidor norte-americano Warren Buffett, um dos homens mais ricos do mundo, comprou esta semana ailha de St. Thomas, localizada a apenas 45 minutos da capital grega, Atenas. O negócios, orçado em 15 milhões de euros, foi celebrado em parceria com o empresário italiano Alessandro Proto, que ali pretende construir um empreendimento imobiliário.

Também o ator Johnny Depp comprou uma ilha grega, nesta caso a ilha de Stroggilo, tendo pago 4,2 milhões de euros por 21 m2 no mar Egeu.

A Grécia tem cerca de 6.000 ilhas, entre propriedade privada e estatal, sendo que mais de dez estão no mercado. De acordo com a publicação, que cita o Business Insider, prevê-se um aumento das vendas a curto prazo.

fonte: http://www.idealista.pt

Onde vivem os ricos: as 10 ruas mais caras do mundo para comprar casa

Passear por elas é grátis, pelo menos por enquanto. As ruas mais exclusivas do mundo transformaram-se nos últimos anos num importante foco turístico de cidades como Nova Iorque (EUA), Londres (Reino Unido), Paris ou Mónaco (ambas em França). Milhares de pessoas visitam e exploram estas ruas de ponta a ponta e ficam alucinadas com as mansões dos ricos e famosos.

Este ano, o pedaço de asfalto mais proibitivo do planeta encontra-se em Hong Kong. Na Peak Road, um m2 pode custar cerca de 105.000 euros, segundo a imobiliária Savills.

Estas são as 10 ruas mais caras do mundo para comprar casa:

1 – Peak Road (Hong Kong). Preço médio por m2: 105.000 euros

peak_road_hong_kong

2 – Upper Fifth Avenue (Nova Iorque, EUA). Preço médio por m2: 99.000 euros

upper_fifth_avenue

3 – Knightsbridge (Londres, Reino Unido). Preço médio por m2: 94.300 euros

knightsbridge

4 – Avenue Princesse Grace (Mónaco). Preço médio por m2: 91.600 euros

avenue_princesse_grace

5 – Chemin du Sémaphore (Cap Ferrat, França). Preço médio por m2: 61.300 euros

cap_ferrat

6 – Wolseley Road (Point Piper, Austrália). Preço médio por m2: 40.000 euros

wolseley_road

7 – Quai d’Orléans (Paris, França). Preço médio por m2: 37.500 euros

quai_dorleans

8 – Avenue des Palmiers (Les Parcs de Saint-Tropez, França). Preço médio por m2: 35.700 euros

avenue_des_palmiers_les_parcs_de_saint-tropez

9 – Molochnyy Pereulok (Moscovo, Rússia). Preço médio por m2: 28.000 euros

molochnyy_pereulok

10 – Ardmore Park (Singapura). Preço médio por m2: 22.000 euros

ardmore_park_singapur

fonte: http://www.idealista.pt