SIL 2014: rendas caíram 14% desde 2010

Em Portugal reina a cultura de ter casa própria, mas esta é uma tendência que parece ter os dias contados, já que há cada vez mais portugueses “apostados” em ser inquilinos. E os preços das rendas dão força a este cenário. “As rendas têm vindo a ajustar. Houve, desde 2010, uma queda de 14%. Entre o terceiro trimestre de 2012 e o primeiro trimestre de 2013, as rendas caíram 6%. No segundo trimestre de 2014 subiram e agora o ajustamento está feito”, disse Ricardo Guimarães,diretor da revista Confidencial Imobiliário.

Segundo o responsável, que falava durante o seminário de inauguração do SIL – Salão Imobiliário de Portugal “Reabilitação Urbana em Portugal: oportunidades de internacionalização”, foram celebrados no ano passado 18.000 contratos de arrendamento. “Há um ajustamento e o mercado de arrendamento praticamente coincide com a compra e venda. Os dois segmentos estão muito mais interligados”, contou.

Um dos segredos da recuperação do mercado de arrendamento passa pela aposta na reabilitação urbana. No seu discurso, Ricardo Guimarães adiantou que em Lisboa, em 2012 e 2013, “90% das licenças emitidas foram relativas a reabilitação urbana”.

No que diz respeito ao mercado de compra e venda, o responsável, que se apoia em dados que constam na base de dados do SIR, revelou que, desde 2007, ospreços de venda caíram 20,3%. “Houve uma subida de 2,3% a partir do segundo trimestre de 2013. A gama alta está a ganhar peso e subiu 56%, sobretudo com a concessão de Vistos Gold”, concluiu.

fonte: www.idealista.pt


Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s