Comprar ou arrendar casa? Os portugueses continuam a preferir ser proprietários

A cultura de ser proprietário continua enraizada na maioria dos portugueses.Mais de 50% prefere comprar casa do que viver numa casa arrendada. A ligeira melhoria económica e a nova disposição da banca para conceder crédito à habitação ajudaram a reforçar esta tendência para a compra de imóveis no segmento residencial.

Segundo o Catálogo de Estudos da APEMTP – Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal para III Trimestre de 2014, citado pelo SOL, nas pesquisas efectuadas no portal CasaYes a procura por valores a nível nacional direccionou-se em 23,3% para valores iguais ou inferiores a 75.000 euros, em 31,3% para 75.000 a 125.000 euros, e em 20,8% para o patamar dos 125.000 aos 175.000 euros.

Do lado da oferta, verificou-se uma maior percentagem de casas entre os 175.000 e os 250.000 euros (23%). Já para o arrendamento residencial, as buscas centravam-se nos valores inferiores a 300 euros (41,5%), seguindo-se o patamar entre 300 e 500 euros (37,9%). Apenas 12,6% das procuras incidiam em valores mais altos, de 500 a 750 euros, escreve ainda o jornal.

Na oferta registou-se nova discrepância, com apenas 19,1 % dos imóveis para arrendamento no portal a apresentarem valores iguais ou inferiores a 300 euros. 42,6% situavam-se entre 300 e 500 euros e as casas de 500 a 750 euros representavam 17,6% dos imóveis disponíveis.

T2 e T3 são os mais procurados

No que se refere ao tipo de imóvel procurado, 58,7% das pesquisas incidiam em apartamentos e apenas 32,6% nas moradias. Por tipologia a procura continua muito segmentada, à semelhança da oferta, nos T2 e T3.

O município de Lisboa destacase como o concelho mais pesquisado, com 10,3% em termos gerais (15,1 % na procura de apartamentos e 7,32% no que concerne a imóveis não residenciais). E na análise por tipo de negócio concentra 9,15% das buscas para compra e 12,5% para arrendamento.

Na procura de moradias, Vila Nova de Gaia continua a assumir a liderança, com 4,13 % de pesquisas geradas, ocupando Lisboa neste caso o 7.° lugar (2,1%).


Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s