Construtoras portuguesas vão reabilitar casas na ilha do Fogo

As empresas de construção portuguesas Armando Cunha e Monte Adriano vão reabilitar um conjunto de moradias construídas para albergar os deslocados de Chã das Caldeiras após a erupção vulcânica de 1995 na ilha cabo-verdiana do Fogo.

Segundo o diretor-geral das Infraestruturas de Cabo Verde, António Nascimento, a Armando Cunha foi selecionada para reabilitar e ampliar 40 moradias em Achada Furna (sul da ilha do Fogo) enquanto a Monte Adriano fica encarregue de fazer o mesmo trabalho em 70 moradias em Monte Grande.

De acordo com a Lusa, que se apoia num estudo oficial elaborado por uma equipa técnica multidisciplinar do Instituto Nacional de Gestão do Território (INGT) cabo-verdiano, o orçamento para cada habitação oscila entre os 900.000 e o milhão de escudos (entre 8.160 e 9.060 euros).

António Nascimento adiantou que é nestas duas localidades que se encontra instalada a maior parte dos cerca de 1.500 deslocados de Portela e Bangaeira, os dois povoados consumidos pela lava saída do vulcão do Fogo e que esteve em atividade entre 23 de novembro de 2014 e 8 de fevereiro deste ano.

fonte: http://www.idealista.pt


Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s