ERSE acusa Galp de ignorar leituras de gás natural feitas pelos clientes

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) acusa a Galp de não ter em conta a “generalidade” das leituras de gás natural feitas pelos clientes. Em causa estão os oito operadores da rede de distribuição do setor, cada um deles visado por um dos oito inquéritos relativos à faturação dos consumos do gás na Galp, anunciados pela ERSE esta segunda-feira.

Segundo o Notícias ao Minuto, confirmando-se os incumprimentos identificados, poderá ser aplicada uma sansão que pode chegar a 2% do volume de negócio das empresas visadas.

Ao todo foram abertos 11 inquéritos, dois deles relacionados com a não atribuição de benefícios como a tarifa social a que “consumidores economicamente vulneráveis” tinham direito, por parte da EDP Comercial e da Galp Power.

O último inquérito é motivado por indícios de violação do dever de independência por parte da EDP Distribuição enquanto gestora do processo de liberalização do mercado livre.

A Galp, citada pelo Jornal de Negócios, justificou o incumprimento da lei na faturação do gás natural com o “elevado número de processos de mudança de clientes de um mercado para o outro e entre comercializadores no mercado livre”. “Em relação aos clientes com dificuldades económicas, sublinhamos que a Galp Energia não se revê de forma alguma nas observações da ERSE, uma vez que tem vindo a assegurar o acesso à tarifa social sem quaisquer restrições ou incómodos para o cliente”, referiu a empresa.

fonte: http://www.idealista.pt


Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s